Categorias



Secretaria anuncia obras e divulga ações de 2017

19/02/2018 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Cultura - Tags: cultura esporte secretaria coletiva obras ações

Coletiva na manhã de hoje (19), no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Mestre Manequinha, serviu para apresentação do calendário de eventos 2018 da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Na ocasião, também houve exibição do relatório da gestão 2017. A secretaria iniciou as atividades, em 2017, com orçamento de quase R$ 7,1 milhões, bem abaixo do valor de 2016, quando as então Fundações Cultural e de Esporte tiveram R$ 5.400.570,00 e R$ 8.011.509,00, respectivamente, totalizando R$ 13.412,079. Para este ano espera-se uma suplementação de mais de R$ 1,1 milhão destinados para a secretaria. “Em 2017 enfrentamos um ano difícil, mas realizamos ações com sucesso; em 2018, com um orçamento melhor, as ações contarão com incremento”, destacou a secretária.

Na ocasião, o prefeito Antídio Aleixo Lunelli explicou que o valor R$ 1.737.057,00 do Fundo Municipal de Cultura, bloqueados pela justiça em 2017 e desbloqueados em outubro do mesmo ano, serão utilizados para o apoio a projetos culturais, programas como o Incentivando Talentos, Feira do Livro, Jaraguá em Dança, além do Bolsa Técnico Cultural. Sobre este último item a secretária Natália explicou que trata-se de um edital a ser lançado nas próximas semanas para a seleção de profissionais que ministrarão aulas nas escolas. “Um levantamento recente feito nas escolas apontou que 1,3 mil estudantes demonstraram interesse em alguma atividade cultural”, explicou. Há, também, a previsão de publicação de edital de premiação de projetos em áreas culturais.

Das obras a serem executadas neste ano constam paisagismo e modernização da Arena, com valor máximo de contratação de R$ 246.269,68, obtido por meio de emenda parlamentar e em convênio com o Ministério do Esporte. Sobre esta questão, o processo licitatório de 2017 acabou deserto, isto é sem empresas interessados em realizar a obra, por duas vezes. Há, também, a intenção de melhora na cobertura do prédio, no valor de R$ 413.563,69, bem como manutenção geral. Outra situação envolve o restauro e/ou revitalização do Cemitério Rio da Luz, da Praça Ângelo Piazera, do Museu Histórico Emílio da Silva e do Mercado Público.

Gestão 2017 – Cultura - Da área cultural, o relatório aponta como destaque a distribuição de 220 bolsas, num investimento de R$ 300 mil para o Programa Incentivando Talentos. Ainda da diretoria de cultura, a contabilidade aponta para a realização de 12 eventos e apoio a outros 42, num investimento de R$ 307.923,61 e público de 42.250 pessoas. O Museu Histórico Emílio da Silva recebeu, até 30 de novembro, 8.418 visitantes. Deste montante, quando estudantes, de 31 escolas diferentes. Desde a inauguração do museu, em 19 de novembro de 2001, os visitantes somam 224.038. Museu e reserva técnica contam com 3.444 peças catalogadas.

O Museu da Paz, com acervo de 665 peças catalogadas, recebeu 5.718 visitantes em 2017 e promoveu oito exposições temporárias. O Arquivo Histórico Eugênio Victor Schmöckel teve 20.407 documentos consultados por 2.184 pesquisadores. O acervo do Arquivo Histórico é composto por 34,6 mil caixas e pacotes de documentos, 380 mil fotografias em suporte papel, 210 mapas, mais de 20 mil exemplares de jornais e em torno de 2.600 CD/DVD/VHS. Além disso, há mais de 400 mil imagens digitais de fotografias e documentos do acervo. O setor de Patrimônio Histórico tem como destaque a emissão de 407 pareceres em 2017.

A Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa realizou mais de 50 mil atendimentos em 2017 e efetuou o empréstimo de 19.491 títulos. Dos 28.388 leitores cadastrados, 3.737 são ativos. Dos eventos realizados como Ciranda Literária, Contação de Histórias e da visitação de turmas escolares, soma-se público de 908 pessoas. No acervo constam 40.728 títulos.

O Coral Municipal, criado pela Lei Municipal 7169/2017, registrou 25 apresentações, contando com estimativa de público de 30 mil pessoas. O CEU Mestre Manequinha, que integra em um único espaço programas de ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços assistenciais e políticas de prevenção à violência, além de inclusão digital, atendeu, no decorrer de 2017, público de 638 pessoas.

Gestão 2017 – Esporte - Da diretoria de esporte, que atende 15 modalidades de rendimento, destaque para a Bolsa Desportiva Municipal para Técnicos, num investimento de R$ 576.500,00, que selecionou 25 técnicos, e o bolsa atleta, num investimento de R$ 199.882,47, para 95 desportistas. Estes valores mais o investimento no esporte de rendimento somam R$ 1.375.846,54. Dos eventos, num total de 55 em 2017, houve a participação de 123.971 pessoas.

Os atendimentos mensais em projetos sociais e escolinhas de iniciação e treinamento esportivo somaram 1.703 mensais. Os projetos A bola da Vez, de basquetebol, e Evoluir, de voleibol, em parceria com a iniciativa privada, somaram 20.232 atendimentos. A secretaria participou em 220 eventos de federações, confederações e da Fesporte, com o envolvimento de 5.452 desportistas.

Entre as conquistas, destaque para e equipe feminina da natação, heptacampeã da Olesc; para a de tiro armas longas, que pela 10ª vez conquistou o título de campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina; a bocha feminina, segmento intelectual, campeã do Parajasc; e para o basquete masculino adulto, campeão da Liga Norte. Dos 55 eventos promovidos, num investimento de R$ 88.677.64, o público estimado foi de 123.961. A manutenção da Arena Jaraguá foi da ordem de R$ 88.511,82; no Ginásio Arthur Müller, de R$ 17.096,37.


 




Município de Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000