Categorias



Jaraguá do Sul terá projeto de revitalização da mata ciliar

06/11/2018 - Publicado por: Rogério Tallini - Categoria: Meio Ambiente - Tags: fujama samae mata ciliar recomposicao rio itapocu

A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Fujama e do Samae, em conjunto com o Ministério Público de Santa Catarina lançam nesta quarta-feira (7), o projeto de revitalização de matas ciliares,  contemplando, primeiramente, os lotes lindeiros ao Rio Itapocu e localizados no perímetro urbano do município. O lançamento acontecerá às 19 horas, na Sociedade Amizade.

O presidente da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente, Normando Zitta Junior, diz que a parceria entre Samae, Fujama e MPSC tem como finalidade recuperar as margens do rio degradadas ao longo das últimas décadas. A escolha da região a ser abrangida nesta etapa levou em consideração o fato de a principal captação de água do Samae para atendimento à população jaraguaense estar localizada à jusante desta região.

Ainda segundo ele, o investimento que a Fujama está fazendo no projeto é de R$ 350 mil e serão plantadas 50 mil mudas para a recomposição da mata ciliar, garantindo a qualidade e a quantidade da água oferecida à população.

De acordo com o diretor presidente do Samae, Ademir Izidoro, o uso das áreas naturais e do solo para a agricultura, pecuária e loteamentos contribuiu para a redução da vegetação original, chegando a muitos casos na ausência da mata ciliar ao longo do rio. “A ausência da mata ciliar faz com que a água da chuva escoe sobre a superfície, não permitindo sua infiltração e reduzindo o armazenamento no lençol freático. Isso tem como consequência menor volume de água disponível no rio prejudicando a captação e abastecimento de água para a cidade, além de causar a erosão das margens levando terra para dentro do rio, tornando-o barrento e dificultando o processo de tratamento da água”, explica.



O projeto idealizado pelo Samae consiste em desenvolver um diagnóstico socioambiental das matas ciliares para identificação e localização dos lotes no entorno do rio. Será realizado registro fotográfico das condições em que se encontram as APP’s, para a elaboração de um plano de ação com medidas a serem adotadas em cada caso para recuperar e/ou prevenir possíveis danos sobre as margens e faixas lindeiras e, consequentemente, sobre o rio.

Ações
Ademir izidoro informa que o início das ações do projeto está previsto para janeiro de 2019. “Para atingir os objetivos, já foi realizado o levantamentos das propriedades urbanas potenciais, as visitas informativas em 223 lotes com apresentação do projeto e assinatura do termo de apoio chegando em 74,44% de adesão ao projeto”, comentou.

A próxima etapa será a visita técnica para realização do diagnóstico in loco para identificação de usos e ocupações não adequados ou quaisquer outras intervenções das Áreas de Preservação Permanente - APP's do rio Itapocu e geração do plano de ação para o plantio de mudas de espécies nativas e cercamento quando necessário.

Neste primeiro momento o projeto será realizado nos bairros Três Rios do Norte, Santo Antonio, Nereu Ramos, Três Rios do Sul, Rau, Chico de Paulo, Água Verde, Centro, Czerniewicz e Amizade, totalizando 379 lotes. O investimento total até a finalização dos trabalhos é de aproximadamente R$ 700 mil;

O projeto prevê ainda a identificação de instrumentos, metodologias e estratégias para viabilizar um programa de revitalização de matas ciliares de longo prazo e abrangência geral no município com os objetivos de regularizar todas as propriedades conforme o Código Florestal Brasileiro (Lei Municipal nº 12.651/2012), e consequentemente, apoiar a conservação da biodiversidade, a redução da erosão, o assoreamento e a perda de solo, bem com  manter a qualidade das águas e a quantidade retirada para captação e abastecimento público. 

O projeto piloto que servirá como modelo para os demais lotes foi executado na residência de Irio Grützmacher, no bairro Amizade.







Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000