Categorias



Aids: prevenção é a resposta

14/11/2007 - Publicado por: Webmaster - Categoria: Campanha - Tags:

Preparando-se para o Dia Mundial de Luta Contra a Aids a Prefeitura de Jaraguá do Sul, através da Secretaria Municipal de Saúde lança a campanha Fique ligado! Use camisinha!. Elaborada com o objetivo de atingir o jovem positivamente, a idéia é lembrar de que é necessário se prevenir na linguagem que eles entendem e com um jeito descontraído de conscientizar, descreve a diretora do Gabinete de Comunicação da prefeitura, Patrícia Hinterholz da Silva.Aproveitando a liberdade que o programa nacional dá para que cada um trabalhe o tema de campanha o jovem de forma independente, buscou-se aproximar o assunto dos jovens de Jaraguá do Sul com palestras e personalidades que falam a mesma língua e com os mesmos ideais. Para as peças publicitárias, que começam a preparar o cidadão para o Dia D a partir desta semana, foi convidado o ator global Guilherme Fernandes, o Patrick, de Malhação. No dia 29 deste mês está programado um bate-papo com o doutor Jairo Bouer, médico que a partir do trabalho no Projeto Sexualidade (Prosex), do Hospital das Clínicas da USP, se dedica aos temas saúde e comportamento do jovem. Em Jaraguá do Sul ele dará a palestra Como anda a vida sexual do jovem brasileiro, no Clube Baependi. As inscrições devem ser feitas pelo site da Prefeitura de Jaraguá do Sul (www.jaraguadosul.com.br), são gratuitas e limitadas. HIV na região Só neste mês de outubro o Programa DST/HIV Aids distribuiu 24.663 preservativos, ação que ainda não contém o aumento dos índices. Somando os casos de Guaramirim, Massaranduba, Schroeder, Corupá, São João, Barra Velha e Jaraguá do Sul, chega-se a 632 casos, com 43 novos registros constatados neste ano, sendo 427 registrados em Jaraguá. Outros números levantados pelo DST/HIV é que 59,1% do total são de homens portadores e, indo contra os preconceitos, dos mais de seiscentos casos, 477 são entre os heterossexuais. De acordo com a supervisora do programa, Leníria Menel, no começo da constatação da Aids como alvo de preocupação mundial, falava-se dos grupos de risco, depois de um tempo o preconceito deu espaço aos fatos e passou-se a considerar o comportamento de risco. Hoje a situação de vulnerabilidade é a que caracteriza àqueles que tem pouco acesso a informação, e pouca conscientização. Isso explica o fato dos números de casos envolvendo mulheres estar aumentando, complementa Leníria. Um ponto relevante na hora de avaliar a despreocupação dos jovens com relação ao uso de camisinha é a busca do teste de HIV no pré-natal por garotas grávidas na faixa etária de 14 a 19 anos. Geralmente o homem determina o uso... a mulher ainda tem a dificuldade de negociar esta questão com seu parceiro, as pessoas tem vergonha de comprar ou buscar no posto de saúde do bairro, não ter a camisinha é tornar-se vulnerável, reforça. Entre 2000 e 2005, no Estado, houve queda na incidência de portadores de HIV na faixa etária de 10 a 19 anos. Mas os números acumulados não são animadores. Santa Catarina registra mais de 17 mil casos em pouco mais de 10 anos, cerca de 1.500 por ano.




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000